Follow by Email

sábado, 30 de agosto de 2014

Fundamentos da Magia do Caos


A Magia do Caos não é uma tradição, o que incomoda a abordagem por muitos teóricos de carteirinha, mas é justo por isto que ela adquire tanto poder aos praticantes que nenhuma outra "tradição" tem. A liberdade utilizada ao mesmo tempo de todas outras tradições, até mesmo as não tradições, a torna uma magia de meta-paradigmas, ou um pacote no qual vários "weltshanung" podem, sem qualquer obrigação, serem intercambiados. Toda pessoa que pratica Magia do Caos é livre a acreditar no que quiser, desde que use sua crença a funcionar e trazer resultados desejados. 
A rainha está morta. Longa vida à rainha!
Então percebemos que a Magia do Caos não é um método "novo" ou "diferente", mas é todos os métodos que a pessoa escolha praticar inclusive de tradições. Ela é um 'plus' aos conceitos da pessoa para destacar a liberdade que dá a si mesma e às outras pessoas que praticam magia a fazerem o que quiserem mas que realmente funcione. Viver este meta-paradigma implica numa real mudança de postura a viver magia como um método de vida, do que um hobbie de fins-de-semanas, ou uma arma a coagir pessoas pelo medo do que a pessoa praticante da magia caótica faz. Mesmo porque é de nosso interesse particular o que fazemos, e só dividiremos com quem quer de fato praticá-la. Claro que podemos mudar! A própria magia é uma mudança, então o que mais assusta uma pessoa é a liberdade de hoje uma pessoa poder ser homossexual, amanhã hetero, no fim-de-semana bissexual e, se der a louca na cabeça da pessoa, ser pan!!!!!! Tudo é permitido, desde que tenhamos a responsabilidade por suas conseqüências e funcione às nossas metas. Até mesmo não mudar também é um paradigma caótico.

O único problema de praticar magia caótica é para quem quer construir uma pirâmide em cima de nós para mandar fazermos ou deixarmos de fazer algo "segundo uma tradição" a qual for. Somos passarinhos adoradores de gaiolas? Então é natural este castelo piramidal cair cedo ou tarde. Qual o tesão da vida enxergarmos ela branco e preta quando podemos desfrutar os sabores de suas cores? Que merda de padrões cinzas a proibirem o amarelo brilhante dos ipês? Então as ditaduras se mantém enquanto as pessoas manterem estas lentes branco e pretas nas suas visões. Como conseqüência claro que podemos adotar posturas de respiração Ioga, podemos acrescentar crenças no centro do universo como fonte da nossa magia, podemos botar Deus para trabalhar para nós e também podemos ativar uma súcubus para dar idéias à menina que tanto queremos "confraternizar" várias noites. Quem se incomoda troca o absorvente!


Mas Magia do Caos não tem fundamentos teóricos?


Peter J. Carroll citou no "Liber Kaos" algumas regras / linhas dentro de teorias científicas que podem ser agregados na prática da Magia do Caos. Ou não:

M = G L (1-A)(1-R)
"M" é "Magia" e representa o poder de impacto da tua atividade realizada numerado de 0 a 1, sem e com efeito, respectivamente.
"G" é "Gnose", estado de consciência "livre" a focar na magia realizada.
"L" é a "Ligação" que representa a adesão ao objetivo ou alvo desejado. Como se fosse uma "foto" da meta que a mente se conecta. 
"A" é a "Atenção". Este é o nível que a mente consciente cumprirá a Vontade da pessoa. Uma atividade com sucesso, ou 1, representa o reconhecimento mental da atividade como um meio a realizar tua vontade, senão a pessoa troca o cartucho mágicko por outro efetivo.
"R" é a "Resistência subconsciente". Sabe aquela pentelha que martela na tua cabeça dizendo que você não conseguirá sucesso na tua atividade de qualquer jeito? Este é o teu real demônio pessoal que te escraviza a se submeter aos outros ou aos dogmas alheios. Caso ela funcione para você, boa sorte, do contrário dance em comemoração por ferrar teu sub-consciente preconceituoso (preconceito é crime!!!).
Ao praticar magia muitas pessoas adotam a ideia dos outros sobre o que é magia e se banham de medos. Tudo bem, "faz parte"... Mas a magia do Caos tem uma promoção gratuita para você despistar esta sacanagem desenfreada de você para consigo! Isso mesmo! Contornamos este fator medo nesta equação no fator "A" pela utilização de sigilos e mantras. Estas restruturações de nossas linguagens conosco mesmos dribla o subconsciente com uma mensagem que o consciente já passou ao inconsciente. É gol!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Ficou difícil de entender? Então pode experimentar esta segunda equação. Não dói nada... 
Pm = P + (1-P) M^1/P
Esta segunda equação pode ser usada para avaliar a probabilidade de provocar um evento por magia Pm, se tiver a probabilidade de ocorrer pela chance P, e o fator mágico M, podem ser avaliados. Pelo contrário, para efeitos de planejamento, ele pode ser usado para calcular a quantidade mágica de M, seria necessário para aumentar a probabilidade de um nível mais aceitável.
"Pm" está para a probabilidade de alcançar o resultado desejado utilizando a magia. "M" vem a partir da equação prévia. "P" por si mesmo, representa a probabilidade do resultado desejado ocorrer naturalmente. Este cálculo pode parecer estranho quando o sucesso ocorreu antes da prática, mas ainda assim ela deve ser realizada, mesmo que depois do sucesso, pois você deve isto a si. Explicações são a principal armadilha ao insucesso. Cante e dance esta música em celebração ao teu sucesso:
"Será só imaginação?
Será que nada vai acontecer?
Será que é tudo isso em vão?
Será que vamos conseguir vencer?"



Vamos lá! Sacode ai!!!!
Você é a pessoa cliente! Você quem pratica a magia! Você é quem faz a auto-análise! Se correr o bicho pega! Se ficar o bicho come! Relaxa teu dogma e o goze!!! :D
Como sucesso é tua maior prova da magia caótica, o foco nosso pouco se importa com o que outras pessoas acharão, pois sucesso é o nosso aliado. Independente da inveja alheia detentora de um paradigma X ou Y, é incrível que quando, por acaso, escolhemos seguir estes paradigmas "X" ou "Y" a maioria das pessoas que se gabam destes saem correndo nos chamando das piores definições... Será que estas têm medo de nossa liberdade? 
BÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚ 
Calma! Não precisa sair correndo, que tudo é verdadeiro! E aplicaremos em todas nossas necessidades humanas das 8 cores. Quer praticar? Aviso que quanto mais praticou antes, mais te facilitará se unir a este conceito de magia. Claro que começar com Magia do Caos é um salto para abraçar a liberdade num papel semelhante ao pai do Bakunin, portanto extremo. Ah! A Magia do Caos é solitária, por mais que realizada em grupo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário