Follow by Email

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Cyberkaos

Tesla di Murbox - 3 / 9 / 2014

A concepção de que o "Caos é verdadeiro" abrange todas as loucuras sim, mas nem por isso ignora as ações, reações e suas respectivas responsabilidades. Como ter a chance de apostar na mega sena te faz participar desta brincadeira de fato, independente de ganhar ou não. Faça loucuras que terá as mesmas responsabilidades, como por exemplo que entrará com o corpo despido na água sem se molhar. As chances são muito baixas quando não participar de uma excursão dentro de um submarino. 

Presumindo que você saiba nadar, ao experimentar toda a magnanimidade caótica isto é assustador de fato no seu primeiro impacto, mas ao se acostumar e manter a lida com este caos perceberá que ele também é divino. Isto implica num absurdo de que magos e magas caóticos são "do bem"? Também que somos do "mal"? A realidade dos fatos é nosso testemunho prévio de que tanto faz. Buscamos o sucesso de nossas atividades independente do que falarão sobre... Aliás a grande vantagem da prática caótica é que quando a julgadora sabe que você a pratica é porque você já a fez e a pessoa ainda vai escolher qual divindade abençoará seus próprios dogmas. Chamem-nos de feiticeiros, magos, xamãs ou a porcaria de definição, já foi. Isso! Acabou de passar uma magia zumbindo de um servidor pela tua porta e você nem viu! 

Percepções dogmáticas conflitantes atrapalham muito nossa vida, principalmente quando somos jovens, a causarem até mesmo suicídio em pessoas com o processamento de suas identidades avariado. Então a Magia do Caos cada caso conforme os dogmas que travam a pessoa... Ou não. Como diz o ditado: "Cada macaco no seu galho", então muitas vezes ele quebra e, antes de nos espatifarmos no chão, à prática caótica nos orienta à precaução de usarmos uma corda de "body jumping" para evitar maiores transtornos.

Mas a grande vantagem da Magia caótica é que, mesmo a praticando na solidão, podemos nos unir a outras pessoas praticantes a realizarmos magia pelas mesmas metas. Independente se a pessoa cultua Alá, Satã, Zulu, Deus, Zeus ou o que for, ESTAMOS SEMPRE JUNTOS! Então a egrégora que foi feita está além das quatro paredes de uma ordem qualquer, está em nós.

Muitos se empolgaram com o filme "Matrix" e colocaram a realidade com bases naquele contexto. Ainda que diferente do livro "Cyberdrome" que deu origem à ideia de realidade paralela, que no Chaos ativaríamos esta concepção, mas como não fizeram parte 4, parte 5 ou mais, a ideia foi engavetada nos grupos mais ativos de praticantes. De fato o tempo não existe e em algumas décadas será possível estourar os conceitos de relatividade de Einstein, caso nenhum ditador liquide o direito de livre pensamento. Mas até lá temos muito sucesso a desenvolver com o caos dentro de nós.

Regojize-se. Somos bons e maus, mas até explicar isto para quem acorrentou seus olhos pouca coisa mudará. Bola para frente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário